top of page

Amigos de Sião no Museu Judaico

O Ministério Amigos de Sião, na pessoa do Pr. Thomas Gilmer, recebeu um convite especial do Museu Judaico de São Paulo para uma apresentação realizada pelo museu para algumas instituições. Comparecemos e fomos apresentados à liderança da instituição, fizemos um tour em suas alas e visitamos a biblioteca do museu, onde encontramos a revista O Hebreu, com a divulgação da Concordância Bíblica Exaustiva do Pr. Thomas Gilmer e de Jon Jacobs e Milton Vilela.

Também visitamos a Ala sobre os Costumes Judaicos, Símbolos e Festas Judaicas e passamos pela antiga área da Sinagoga com os Rolos da Torá. Depois visitamos a Ala sobre a Inquisição e da vinda dos judeus ibéricos (vindos da Itália, da Espanha e de Portugal) para o Brasil.

Na oportunidade de nossa visita, o Pr. Thomas presenteou a liderança e a biblioteca do museu com exemplares do recém-lançado livro: A Preservação das Escrituras Sagradas dos judeus ibéricos às traduções da Era da Reforma do Professor Cristiano de Souza.

Tivemos a oportunidade de falar do Ministério dos Amigos de Sião em apoio ao povo judeu através dos nossos compromissos – como estão no nosso cartão: orar pela paz de Jerusalém (Sião) (Salmo 122.6); defender o direito de Israel à sua capital eterna, Jerusalém, unificada e indivisível (Isaías 62.1); compartilhar que o Rei Eterno reinará de Jerusalém (Sião) sobre todo o mundo (Jeremias 3:7).

Também demos nosso testemunho do Senhor Jesus a um cônsul judeu mexicano que estava presente, trocamos cartões e oramos com ele e pela sua mudança para o consulado no Canadá. O Pr. Thomas também o presenteou com o livro. Tivemos boas conversas com outras pessoas que estavam presentes no museu dando um testemunho do Messias de Israel. Oramos a Deus por mais encontros e oportunidades como esta. Estando na cidade de São Paulo, recomendo uma visita ao Museu Judaico de São Paulo, pois vai valer muito a pena. Quem desejar adquirir o livro pode entrar em contato com SBTB (11) 2693-5663 ou pela internet: www.bíblias.com.br.

Pr. Alexandre B. Dutra.

Comments


bottom of page