top of page

Família Vieira no Japão

No mês de dezembro na entrada das lojas tinha uma infinidade de itens artesanais à venda. A primeira vez que vi, achei muito bonito. Mas conversando com os irmãos da igreja e pesquisando descobri que toda arte tinha outras intenções. Os adornos são colocados na entrada nas casas, comércios e até nos carros desde 26/12 até 07/01. São espécies de guirlandas com símbolos para os deuses. Alguns pedindo pela união de casais, prosperidade da família, longevidade e para envelhecer suavemente com a família. Esses são os japoneses que o Senhor nos deu a oportunidade de viver e ajudar a conhecer a sua palavra.

Pr. Rafael Rodrigues Vieira, Ana Lídia, Misael e Isabela.

Existem algumas diferenças no trânsito japonês: A direção das ruas é contrária à do Brasil; o banco do motorista é do lado direito e o carro automático é o mais popular. Porém, as dificuldades não devem ser empecilhos e sim desafios para ultrapassar, contando com a ajuda do Senhor. Depois de orar, entendi que era necessário passar por uma auto-escola que ajuda na tradução da carteira de habilitação. Louvo ao Senhor porque foi possível pagar o treinamento. É um serviço feito por uma equipe experiente de brasileiros e descendentes de japoneses. Tanto os treinos quanto os testes são realizados em outros Estados: Saitama e Mayebashi. Todas as vezes que era necessário ir a estes Estados, o carro da auto escola pega os alunos em casa. Assim, conheci várias pessoas, principalmente brasileiros. Agradeço a Deus, fiz amizades que estou conservando, evangelizei estes e orei algumas vezes com alguns. Não passei de primeira aqui. Irei repetir o teste no dia 12 de janeiro.

Agradeço ao Senhor pelo treinamento de aconselhamento bíblico que participei. Devido ao meu trabalho no Brasil, não consegui concluir todos os módulos oferecidos pelo SIBIMA. Foi uma resposta de oração participar deste treinamento. Uma equipe do Seminário Batista do Sul (EUA) em parceria com a missão Connex patrocinaram os custos no acampamento. Eles entendem que o Japão foi um país negligenciado espiritualmente por décadas pelas igrejas ao redor do mundo. Meu trajeto (ida-volta) foi feita de trens por cerca de 4 horas. Foi muito bom ouvir sobre autismo, esquizofrenia, luto, alcoolismo, drogas, suicídio e como ajudar pessoas com estas dificuldades. Essas e outras situações estão presentes na sociedade japonesa. A comunhão com os demais pastores foi muito boa.

Neste mês de dezembro, louvamos ao Senhor por mais um ano de vida de nossa caçula. Isabela fez três anos. Graças a Deus que ela e Misael estão se adaptando bem aqui no Japão. Na igreja, eles já estão descobrindo os novos amigos.

Lídia iniciou os ensinos na Escola bíblica Dominical. No Natal ela contou a história do nascimento de Jesus. Mesmo crescendo na igreja, houve crianças que disseram que não sabiam o que era o pecado. Esteja orando para que o Senhor nos use na vida destas crianças.

Dos três alfabetos japoneses, o Misael já conseguiu aprender o Hiraganá. A professora Akemi está muito empolgada conosco. Louvo a Deus pela vida do irmão Samuel. Ele tem sido um bom professor de japonês. Por favor, não deixe de orar pelo nosso aprendizado desta nova língua. É necessário dominar bem o idioma para compartilhar a Palavra de Deus com este povo. Semanalmente, eu dou aula de inglês para ele e em contrapartida, ele me ensina japonês. Essa troca tem me ajudado muito a desenvolver metodologia de ensino de Inglês (porque fazia tempo que não ensinava esta língua) e de aprender coisas do dia-dia no Japão.

Faça um balanço de 2022 e se examine. E que ao final da sua reflexão, você tenha chegado à conclusão que precisa oferecer ao Senhor mais de você mesmo do que no ano passado. Que possamos estar disponíveis para conhecer melhor Ele, prontos para obedecê-Lo nas pequenas e em grandes oportunidades. Vamos plantar e colher muitos frutos em 2023!

Pr. Rafael Rodrigues Vieira, Ana Lídia, Misael e Isabela.

Contatos: WhatsApp: +81 80 61994905

Comments


bottom of page