top of page

Haja Paciência!

Neste breve artigo, gostaria de alertar aos aspirantes e aos recém-formados pastores sobre a necessidade do exercício contínuo da PACIÊNCIA!


De acordo com o dicionário online Priberam, a paciência é a capacidade de tolerar contrariedades, dissabores, infelicidades ou incômodos com calma ou resignação.


O dicionário online também afirma que, a paciência é a qualidade de quem suporta algo sem reclamar; é a virtude que faz alguém suportar algo sem perder a calma, a aguentar com tranquilidade uma eventualidade, tristeza ou ação maldosa. É a faculdade de não desistir facilmente; de se ter perseverança, constância.


Em face às provações do ministério pastoral, uma coisa que tenho aprendido ao longo dos anos é que, sem paciência é impossível pastorear! Se desafortunadamente o pastor for “esquentado” ou tiver o “pavio curto”, provavelmente seu ministério também será curto!


Por isso, se você aspira o pastorado, mas é o tipo de pessoa que não suporta lidar com pessoas difíceis, coléricas, sem compromisso, egocêntricas, hipócritas, rebeldes, preguiçosas, etc; se ademais não tolera ouvir reclamações infundadas, desculpas esfarrapadas e pedidos inconvenientes; é aconselhável que você primeiramente amadureça e solidifique sua temperança (autocontrole/paciência) antes de se posicionar na vanguarda de um enfrentamento espiritual desta envergadura! Caso contrário, tanto você como sua família sofrerão física, psíquica e espiritualmente!


Sei de pastores que, por causa da notável impaciência não subsistiram sequer ao primeiro ano de ministério! Outros que, lamentavelmente adoeceram e fizeram adoecer suas próprias famílias! Igrejas locais inteiras sofreram e ainda sofrem diante do despreparo ou imaturidade do pastor no tocante ao cuidado impaciente das ovelhas!


Julgo importante salientar que, as verdadeiras ovelhas do Senhor Jesus Cristo são maravilhosas, dóceis, afáveis e requerem zelo, carinho e amor diários! É uma bênção pastoreá-las! No entanto, vez e outra, algumas se enfraquecem por causa pecado e ficam muito doentes! E, é em momentos assim que elas se transformam! Pois, aquela ovelha que antes era dócil e alegre se torna rebelde e amarga! Aí, até que ela seja tratada e se recupere, haja fé e paciência para aguentá-la!


Desta forma, com muito amor e discernimento, encorajo a todos os pastores e aspirantes ao pastorado a se comprometerem ao exercício contínuo da PACIÊNCIA pois, é exatamente pela fé e paciência que herdamos as promessas! (“Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas.” Hb. 6:12)


Para meditar:


E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a PACIÊNCIA,” Rm 5:3


Tenha, porém, a PACIÊNCIA a sua obra perfeita, para que sejais perfeitos e completos, sem faltar em coisa alguma.” Tg. 1:4


Os velhos, que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, no amor, e na PACIÊNCIA;” Tt.2:2


Corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a PACIÊNCIA, e longanimidade com gozo;” Cl. 1:11


Ora, o Deus de PACIÊNCIA e consolação vos conceda o mesmo sentimento uns para com os outros, segundo Cristo Jesus,” Rm. 15:5








bottom of page