top of page

Ministério Shekinah comemora 27º aniversário

“Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus”.


(Atos 20.24)

No domingo, dia 16 de abri de 2023, o Ministério Shekinah comemorou 27 anos de ministério. A fundadora do ministério, Lídia Costa disse: “Se a 27 anos atrás alguém me dissesse que eu seria missionária entre pessoas com deficiência e que conseguiria reunir mais de 300 (participaram 369) pessoas em um culto, com certeza eu diria para a pessoa que ela estava viajando.‘Mas Deus, que nos dá muito mais do que pensamos ou mesmo pedimos’ (Ef 4.20), na sua infinita misericórdia, me deu muito mais: me deu uma igreja maravilhosa; pastores que nos apoiam e conduzem o ministério quando dúvidas surgem; me deu uma equipe maravilhosa, comprometida”.


Miss. Lídia, Pr. Edimilson e Pr. Sérgio

Em 27 anos do Ministério Shekinah, milhares de famílias passaram pela igreja, ouviram que Jesus é o único Salvador. Para a irmã Lídia, esse privilegio não tem preço. “Domingo”, disse ela, “tínhamos mais que o dobro de pessoas no culto de aniversário. Almas se renderam a Cristo, pessoas tomaram decisão de retornar para a igreja…. Então, a palavra de hoje é GRATIDÃO! Não sou digna da alegria que estou vivendo!

Duas imagens dos participantes e a equipe de trabalho

Porquanto, para mim, o viver é Cristo, e o morrer é lucro. Entretanto, se o viver na carne traz fruto para o meu trabalho, já não sei o que hei de escolher”. Filipenses 1.21,22.


Um pouco da história do Ministério Shekinah


O grupo Shekinah nasceu da necessidade de evangelizar as crianças com deficiência. Afinal, a necessidade de receber a Jesus Cristo como Salvador, também atinge a este grupo. O ministério faz parte do quadro de ministérios da Igreja Batista Esperança.


O início dos trabalhos foi em abril de 1996, com total dependência do Espírito Santo, uma vez que não existia nenhum outro ministério deste tipo, e nem matérias sobre o assunto, onde se basear. As questões eram muitas: Por onde começar? Como falar de pecado e inferno e céu a crianças de várias idades (1 a 14 anos), e já tão sofridas e revoltadas? Que tipo de música cantar? Quanto havia sido afetado o raciocínio?


Em 16 de abril de 1996, depois de muito orar e conversar com nosso pastor e com a APEC”, disse a irmã Lídia Costa, fundadora do ministério, “resolvemos começar nosso ensino em Gênesis capítulo primeiro, trabalhando a Criação. Então, no final de sete meses, eles ouviram pela primeira vez o plano da salvação, e de treze crianças que estavam presentes, cinco delas receberam o Senhor Jesus como seu Salvador, sendo que uma delas testemunhou e levou sua mãe a Cristo”.

Lídia Costa

Missionária


Comments


bottom of page