top of page

O ministério do missionário Pr. Agenor

Aos 70 anos de idade, mas com a mesma disposição que sempre teve para o trabalho, apesar das limitações impostas pelo tempo, o missionário Pr. Agenor de Sousa Almeida, juntamente com sua esposa Maria do Carmo Almeida, continua servindo na obra do Senhor. Casados desde o dia 26 de outubro de 1974, o casal tem três filhas, todas casadas, Ademilde, Aline e Débora, e três netas, Mariana, Aline Lara e Mariah. (Foto abaixo)

A conversão de Agenor e Maria aconteceu no mesmo dia, em abril de 1979, através do ministério do missionário estadunidense, Kirk C. Hickok. A data foi marcante e mudou tudo na vida ambos, pois desde muito cedo se envolveram na obra servindo juntamente com o missionário fundador da Igreja Batista Independente de Sertãozinho SP, entre outras na região.


Antes mesmo de qualquer preparo teológico, Agenor começou a evangelizar e pregar. Seu ministério praticamente confunde-se com sai conversão. Em 1983 começou seu preparo formal no instituto bíblico da igreja e mais tarde, em 1992 no mês de dezembro foi ordenado ao ministério.


Ordenação pastoral em dezembro de 1992


Ao longo do seu ministério, Agenor serviu em Pontal SP, Pitangueiras SP, Rio Branco AC, Barrinha SP e Sertãozinho SP. Além disso, teve participação em outras igrejas iniciadas em outras localidades. Em 2012, passou a fazer parte do quadro de missionários da MBIB - Missão Batista Internacional Brasileira.


Atualmente. O casal Pr. Agenor e Maria, são membros da Igreja Batista Independente de Sertãozinho, que é pastoreada pelo seu genro, Pr. Josélio Otávio Alves, que é sua igreja enviadora.


Trabalhos recentes


Depois que voltaram de Rio Branco AC, aonde deixaram plantada uma Igreja que ficou sob os cuidados do Pr. José Edilson Paiva, da Igreja Batista Moriá, o casal Almeida iniciou igrejas em Barrinha e Pradópolis, na região de Sertãozinho SP. Entre Barrinha e Pradópolis são 27 km. Até pouco antes da pandemia os trabalhos caminhavam bem, mas no pós-pandemia, por serem trabalhos muito recentes, não foi possível dar continuidade. Além disso, coma pandemia o sustento missionário diminuiu e Pr. Agenor adoeceu e teve um princípio de AVC. Com isso, o médico o orientou a desacelerar um pouco as suas atividades.


Foi aí que, orando e conversando com seu pastor, Pr. Agenor viu que seria melhor seguir as orientações médica. Para desacelerar, foi desafiado a iniciar uma nova igreja em Sertãozinho, aonde seria possível receber algum apoio. Assim, depois de algum tempo orando e procurando um local, chegaram a um salão bem localizado e distante da primeira igreja. O novo trabalho para plantação da Igreja Batista Betel, teve início no dia no dia 26 de maio de 2023, mas a inauguração se deu no dia 21 de julho, tendo como pregador convidado, Cláudio Passaglia, da Igreja Batista Maranata de Cândia SP.


Comments


bottom of page