top of page

Se você não estiver vindo, então está indo. Mas para onde?

Certamente agora mesmo você está buscando alguma coisa que te traga alegria, algo que dê sentido a sua vida.


Desejos, sonhos e planos batem à sua porta e procuram arrebatar os seus sentidos. Com isto novos horizontes se descortinam diante de você e a ilusão o encanta apontando um paraíso do outro lado do arco-íris.


Seu coração bate mais forte, a empolgação, o impulso de se arrumar, de se preparar toma conta do teu ser e os seus pés se apressam em seguir o rumo que as suas emoções apontam.


A ilusão então pede passagem ao som de “Deixa a vida me levar, vida leva eu…” “… O acaso vai me proteger se eu andar distraído…”


Mas onde terminará esse caminho? Nas outras voltas da vida, nas outras escapadas do seu coração qual foi o fim da história? Quantas marcas você traz consigo as quais te chamam a pôr a mão na consciência? Valeu à pena ser inconsequente?


Será que ainda há um pouco de juízo, lucidez num coração seduzido pela paixão, tomado pela ilusão ou quem sabe já abatido pela desilusão?


O que você tem planejado para a sua vida e tem se tornado o carro chefe, a locomotiva que te conduz? Quanto tempo durará esse ideal, essa satisfação que agora te motiva, ou, se já é o caso, quanto tempo você ainda sofrerá sob o peso da culpa e autopiedade, da lástima da sua inconsequência, da sua desilusão?


Amado, sendo que o teu coração clama por algo tão intenso como a eternidade, onde te levará uma vida cujo propósito não seja o perceber a grandeza de Deus e o refletir o seu caráter através do seu viver?


Tudo será limitado e enfadonho se o amar a Deus sobre todas as coisas não for o seu foco principal.


Vaidade de vaidades, tudo é vaidade, foi a conclusão final daquele que não negou nada ao seu enganoso coração.


Amado, por qual caminho o seu coração está enveredando?


Alguns, dando sinal de um coração dividido, vão deixando a comunhão dos irmãos, raramente se dispõem a congregar, a buscar a face do Senhor e se apresentar ante a exposição da sua Palavra. Desta forma tornam-se ainda mais vulneráveis.


E será que podemos ser fiéis ao Deus que não vemos se nas coisas visíveis que Ele deixou não somos fiéis?


Você pode estar na igreja, mas a igreja está em você, está nas suas prioridades?


A igreja não é invenção de homens, ela é o corpo de Cristo e se fazemos parte da mesma, o que nos une é a cabeça, é Jesus, o qual é o nosso Senhor o Amado das nossas almas.


Jesus é o seu amado? São dele as palavras: “Aquele que não está comigo está contra mim; e aquele que comigo não ajunta espalha.” Mt.12.30


Daqui a pouco tudo o que te encanta terá perdido o brilho e a sua conclusão não será diferente da de Salomão, “vaidade de vaidades…”


E se as suas escolhas não tiverem te levado para mais perto do seu Deus, quão fria e triste será a tua solidão.


Meu querido irmão em Cristo, hoje se ouvires a sua voz, não endureçais os vossos corações.


Lembre-se das suas palavras: “E buscar-me-eis e me achareis quando me buscardes de todo o vosso coração.” Jeremias 29.13


“Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar.” Isaías 55.7








Comments


bottom of page