top of page

Toda, todas e todos

“Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século.” (Mt. 28:18-20)

Esses três termos, tão significativos e abrangentes, fazem parte do que está descrito naquilo que nas Escrituras convencionamos chamar de “Grande Comissão”, nas palavras daquilo que nos foi deixado, não como opção de fazer ou não fazer, mas de um dever, uma obrigação de cada discípulo, pelo próprio SENHOR Jesus Cristo.

Primeiramente e antes de qualquer coisa, Ele nos mostra que há fundamento para aquilo que nos vai exigir, ou seja, coloca o pilar, a fundamentação, o alicerce, a base sustentatória do que virá em seguida, mostrando-nos que TODA a autoridade foi dada a Ele, no céu e na terra. Tal afirmativa possui um significado muito profundo, haja vista que nos traz a garantia, a certeza absoluta e inquestionável de que daquilo que estamos sendo direcionados a fazer, possui uma estrutura fenomenal, pois a autoridade tão necessária para o cumprimento da ordem foi dada a Ele, somente a Ele, o SENHOR Jesus. De igual importância, vimos que a autoridade Lhe foi outorgada pelo próprio Deus, ação que está intrínseca no versículo 18.

Esse fato é relevante e de grande importância quando constatamos que quem está nos comissionando é alguém que efetivamente possui a autoridade necessária para fazê-lo.

Quando Jesus então, imperativamente, dá início à ordem de ir fazer discípulos, batizar e ensinar a guardar todas as coisas, Ele nos ordena a fazer isso não de qualquer forma, mas especificamente para que tal ordem seja exercida em TODAS as nações, ou seja, nós devemos nos tornar Embaixadores de Cristo por entre todas as nações.

O fato, entretanto, mais significativo além de sabermos que: a) há autoridade da parte de quem está ordenando; b) de sabermos qual o destino que devemos tomar para o cumprimento da ordem; e, c) do que temos que fazer, é não só sabermos, mas termos a absoluta certeza e a garantia de que Ele, que é o detentor da autoridade e que está nos ordenando a ir, também não nos deixará sozinhos, mas estará conosco TODOS os dias, até à consumação do século.

Tal promessa, a de estar conosco todos os dias, se cumpre literalmente a partir da descida do Espírito Santo, o qual se constitui em penhor (garantia) da nossa herança até o dia do nosso resgate, como nos diz o Apostolo Paulo, ou, até à consumação do século, como nos diz Jesus.

Ademais, além da autoridade de Jesus, o Espírito Santo nos traz no seu bojo o poder, a fim de que nós tenhamos as condições necessárias de desenvolvermos o cumprimento daquilo para o qual fomos designados. Essas foram as palavras de Jesus: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra. ” (Atos 1.8)

Assim sendo amados, não há escapatória, não há desculpa, qualquer que seja, atrás da qual possamos nos esconder, a fim de nos eximirmos de sermos parte dessa abençoada comissão, tarefa, dever, obrigação e, se não estivermos cumprindo, estamos sendo rebeldes e obstinados, pois como já tratamos alhures, não trata-se de uma opção, e é assim que a Palavra de Deus descreve aquele que não quer obedecer: “Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar.” (1 Samuel 15.23a)

O apóstolo Paulo escreveu: “Porque assim como num só corpo temos muitos membros, mas nem todos os membros têm a mesma função, assim também nós, conquanto muitos, somos um só corpo em Cristo e membros uns dos outros, tendo, porém, diferentes dons segundo a graça que nos foi dada.” (Romanos 12.4-6). Nem todos nós temos o mesmo papel a desempenhar na Grande Comissão. No entanto, cada cristão tem um papel a desempenhar.

Qual tem sido o meu papel?

Caso você tenha uma resposta positiva a essa pergunta, ou seja, se você consegue responder com alguma ação que tem envolvido a sua vida em prol da evangelização, parabéns e Deus te abençoe!

Se, você (ainda) não tem uma resposta positiva a dar. Meu irmão, minha irmã, fique esperto(a), levanta-te: Pelo que diz: Desperta, ó tu que dormes, levanta-te de entre os mortos, e Cristo te iluminará. Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, e sim como sábios, remindo o tempo, porque os dias são maus. Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. (Efésios 5.14-17)

A propósito, aqui em Manaus existe o Instituto Transformando Vidas – ITV, uma instituição onde cuidamos diariamente de cerca de 140 (Cento e quarenta) crianças e adolescentes em situação de risco e vulnerabilidade social, na faixa etária de 6 (Seis) a 16 (Dezesseis) anos. Ali são desenvolvidos muitos trabalhos e é um campo fértil para a evangelização onde você poderá usar seus dons e talentos por um período de curto, médio ou longo prazo, dependendo do seu tempo disponível. No ITV utilizamos ferramentas parta a evangelização e ensino de princípios bíblicos, como o apoio pedagógico em português e matemática; aulas de música, violão, teclado e flauta doce; ensino de informática; práticas esportivas; palestras, etc… Temos um consultório odontológico completo para dar assistência aos nossos beneficiários, mas infelizmente não temos nenhum profissional que se disponha a dar esse atendimento. Além do mais, fornecemos diariamente para os nossos atendidos o café da manhã, almoço e lanche. Caso queira conhecer melhor o trabalho desenvolvido pelo ITV, fale conosco pelo Whatsapp: (92) 98136-0011; ou, pelo (92) 98802-9297. Visite o nosso site (Ainda em construção) https://www.itvmanaus.com.br/

Por fim, é oportuno salientar mais uma vez que, quem nos ordena ir tem TODA a autoridade, a fim de que façamos discípulos de TODAS as nações, com a certeza de que Ele estará conosco TODOS os dias.

Bình luận


bottom of page