top of page

Uma medida bíblica de uma igreja

“Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. (Rm 1.16)


O que vem primeiro: doutrina ou oração? A Bíblia diz que primeiro vem a doutrina: “E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.” (At 2.42)


“Aqueles que querem ter uma falsa unidade e promover uma falsa piedade começam pela parte final de Atos 2.42 e enfatizam a oração primeiro, a comunhão dos santos em segundo, em terceiro a unidade da comunhão em termos de organização, e por quarto e último a doutrina dos apóstolos” (Richard Clearwaters, The Great Conservative Baptist Compromise).


Vários fatores estão levando as igrejas em nossos dias à decadência espiritual devido a um cristianismo não bíblico:


  1. Mornidão

  2. Falta de santidade

  3. Mundanismo na igreja

  4. Superficialidade bíblica

  5. Falta de oração

  6. Malignização do alerta e da repreensão

  7. Lealdade inquestionável à lideres (Deus manda testar toda pessoa com a Bíblia. Ex: Bereanos)

  8. Seguindo a turma

  9. Pragmatismo e mentalização estratégica (copiado do mundo corporativo)

  10. Ignorância sobre questões importantes do ponto de vista bíblico

  11. Separatismo light

  12. Falta de discipulado sério (discipulado bíblico)

  13. Descuido com a música

  14. “Oracionismo” apressado de salvação e pessoas com vidas não regeneradas na membresia


Para obter respostas certas, primeiramente se faz necessário fazer perguntas certas. Uma vez obtidas, respostas certas são o ponto de partida para aquilo que se precisa fazer. Vemos um número crescente de pastores estabelecendo estratégias e tomando medidas pragmáticas que visam o aumento do número de pessoas nas igrejas, achando que dessa forma poderão promover um crescimento genuíno na igreja. Tais medidas poderão sim, aumentar a quantidade de pessoas e até de dinheiro nas igrejas (e às vezes no bolso do pastor), mas não aumentarão a qualidade espiritual da igreja, pois para Deus a quantidade vem como decorrência da qualidade da fé na Palavra de Deus (Jo 15.5). Somente a prática da sã doutrina bíblica, mediante a fé em Jesus Cristo, pode promover mudança e crescimento espiritual permanente e o consequente aumento de pessoas na igreja.


Com a motivação errada, o pragmatismo se torna pernicioso e perguntas erradas são formuladas em relação à vida da igreja. Em vez de “Quantos membros há na igreja?” ou “Quantos alunos há na Escola Dominical?” ou “Qual é a frequência de pessoas no domingo de manhã?” ou “Qual foi a quantidade de pessoas no último evento da igreja?” ou “Quantas crianças estavam no acampamento este ano?” ou “Como estão os dízimos e as ofertas?”, deveríamos perguntar aquilo que é importante quando olhamos para a Bíblia.


Do ponto de vista bíblico, vemos que as perguntas corretas que devem ser feitas seriam bem diferentes, como: Estamos vendo conversões com mudança de vida genuína das pessoas? Que porcentagem daqueles que professaram Cristo foram batizados e estão crescendo em Cristo e servindo ao Senhor? Que porcentagem de nossos membros são verdadeiros estudantes da Bíblia? Que porcentagem dos membros participam fielmente e entusiasticamente nas reuniões (presenciais) de oração? Que porcentagem de nossos lares são santos e separados do mundo? (o pastor saberá disso através de visitas frequentes nos lares das ovelhas). Qual porcentagem de nossos lares está efetivamente criando seus filhos para Cristo? Que porcentagem dos maridos são os líderes espirituais de suas casas e estão moldando uma caminhada séria com Cristo, fazendo estudo da Bíblia, oração, tendo amor pelas almas e atuando nos ministérios da igreja? Qual é a porcentagem de esposas modestas e que são guardiãs espirituais na casa em suas atribuições (o cabeça do lar é o marido, mas o coração é a mulher)? Que porcentagem das crianças nos lares são devidamente disciplinadas e educadas biblicamente? Que porcentagem da juventude da igreja vivem ardentemente para o Senhor e que se entregam a Cristo e vivem separado do mundo, que testam seus amigos, música, e mídia social pela Palavra de Deus, que são transformados pela renovação da mente por serem estudantes sérios da Bíblia, e que procuram provar a perfeita vontade de Deus de acordo com Romanos 12? Qual porcentagem dos membros está ativamente buscando compartilhar o evangelho e ganhar pessoas para Cristo como embaixadores que Deus os chamou para ser? A igreja tem um programa agressivo para alcançar a todos na comunidade local e além de sua região com o evangelho? Que porcentagem dos membros participam? A igreja está mantendo a linha bíblica contra a música do mundo e da música cristã contemporânea? A igreja está sendo educada corretamente nesta importante questão? A igreja está vendo homens recebendo o chamado para pregar e está treinando esses homens para o ministério? A igreja está espiritualmente mais forte hoje do que era há 10 anos? A igreja está plantando outras igrejas bíblicas e se multiplicando?


Se essas fossem as perguntas da maioria dos pregadores e lideranças das igrejas, os objetivos, planos, programas e ênfases seriam diferentes daquilo que vemos hoje na maioria das igrejas. E eles estariam lançando uma base para evitar o grande colapso que vemos em grande parte das delas. Vivemos em uma era apóstata, mas não temos que ser apóstatas. Não temos que ir com o fluxo.


Se formos fiéis à sã doutrina bíblica, ficaremos livres do liberalismo teológico apóstata e dos erros do passado, não os repetindo no presente e nem no futuro. Seremos aprovados por Jesus como foi a igreja de Filadélfia citada em Ap 2.7, que não foi repreendida pelo Senhor como as demais.



Peter Issar – Ministra aulas e faz seminários em Bibliologia; Curso de Apologética Cristã; Curso de Autoconfrontação Bíblica da Biblical Counseling Foundation – BCF, EUA, onde recebeu treinamento. Oferece serviços de Consultoria de TI; Consultoria em Desenvolvimento de Negócios; Tradução e Interpretação de Inglês/Português. Foi diretor e gerente em multinacionais da área de TI nos EUA e Brasil. Tel. (11) 2263-0402 – peterissa@hotmail.com


Ref. Bíblicas: “A Bíblia Sagrada” – Versão Almeida Corrigida, Fiel (ACF) – Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil (SBTB). Rua Júlio de Castilhos, 108 – Belenzinho – São Paulo, SP – 03059-001 – Tel: São Paulo: (11) 2693-5663. Outros locais: 0800-12-4008 – www.biblias.com.br – E-mail: sbtb@biblias.com.br








Comments


bottom of page