top of page

A Culpa é de Israel

O antissemitismo culpa os judeus de tudo. Antiga pesquisa já mostrava que “muitagente não apreciaria ter um judeu como vizinho”. Biblicamente Israel está como coisa que ninguém se agrada no mundo (Os 8.8).

Já que culpam o judeu por tudo, acrescento mais dez tipos de culpas (dentre muitas) que não devem cair no esquecimento dos antissemitas:

01. São culpados - pela descoberta dos medicamentos contra a Sífilis. Foi um grande farmacologista judeu, Arthur Solomon, o autor deste bem à sociedade.

02. São culpados - pela descoberta da estreptomicina, valorosa no tratamento das Tuberculoses. Muitos antissemitas foram abençoados com tal descoberta.

03. São culpados - pela descoberta da vacina contra a temível Poliomelite. O judeu Albert Sabin isolou o vírus e aí o mundo foi grandemente abençoado. Quantos antissemitas vacinam seus filhos contra a Polio!

04. São culpados - pela descoberta da anestesia que elimina a dor de uma cirurgia. Que extraordinária contribuição! Será que há antissemitas rejeitando anestesia em procedimentos cirúrgicos, pelo fato de ser descoberta por Israel?!

05. São culpados - São culpados pelo pioneirismo da moderna ciência da Odontologia. Tratar da dentição sem dor e melhorando o sorriso de muitos – até de antissemitas.

06. São culpados - pelo método cirúrgico de extração dos Cálculos Renais. Um judeu chamado Dr. Dittel, responsável pelo feito, abençoou a muitos, incluindo antissemitas.

07. São culpados - pelo invento do Motor a Gasolina. O culpado desta façanha foi um judeu chamado Siegried Marcos, em 1875. Que contribuição maravilhosa ao mundo!

08. São culpados - por legarem aos homens as Escrituras Sagradas, escritas por judeus. A situação deste mudo apodrecido reflete que os homens não gostam da Bíblia (Is 6.10). Jesus disse: Errais por não conhecerdes as Escrituras e nem o poder de Deus (Mt 22.29).

09. São culpados – porque por meio deles veio ao mundo o maior judeus de todos os tempos - Jesus, o Messias. O único mediador entre o Eterno e os homens; o Cordeiro do Eterno que tira o pecado do mundo e de todo aquele que Nele crê, seja judeu ou gentio (1a Tm 2.5; Jo 1.29). Sem Jesus não há paz real.

10. São culpados - por serem judeus, a menina os olhos do Eterno (Zc 2.8). Ai daqueles que “tocam nos judeus”! Exemplo clássico foi Hamã, no reino persa: enforcado na forca que fizera para o judeu Mardoqueu (Et 7.10). Reinos, nações e líderes que tocaram na menina dos olhos de Deus acabaram mal. E assim será.

Limitei-me apenas a “dez culpas” judaicas por benefícios (incontáveis) dados ao mundo, pois o número 10 nos remete à perfeição dos mandamentos.

Golda Meir bem definiu a questão árabe-israelense dizendo: “Se os palestinos baixarem as armas, haverá paz. Se os israelenses baixarem as armas, não haverá mais Israel” (SELÁ).


bottom of page