top of page

A Visão do Fundo do Poço

O fundo do poço é um lugar que jamais queremos estar, chegar e muito menos permanecer. É um lugar escuro, sombrio, triste e apertado. Fazendo uma analogia entre ele e as situações adversas às quais muitas vezes nos deparamos, encontramos muita semelhança quando enfrentamos um desemprego, uma doença incurável ou qualquer situação para a qual não conseguimos encontrar uma solução. Parece que tudo nesse momento dá errado e somos engolidos pelos problemas.

 

O salmista no Salmo 139 .7 afirma que não existe possibilidade de nos escondermos do Eterno. Mesmo em um poço fundo e escuro ele nos encontra e se orarmos e buscarmos de todo coração, de toda a nossa alma e com toda a nossa força Yeshua age em nosso favor e nos liberta de todos os medos que nos aprisionam.

 

No livro de Gn 37.22 notamos que José foi lançado de forma literal dentro do poço pelo seus irmãos. Naquele momento, grande aflição certamente tomou conta do seu coração, especialmente porque ele não conseguia compreender a causa pela qual seus irmãos o tratavam daquela maneira e nem o próximo ato deles. José deve ter se sentido triste diante da postura dos irmãos e jamais imaginou que a situação vivida por ele pudesse piorar ao ponto de ser vendido como escravo.

 

Lá no poço ele deve ter tentado sair. Deve ter se debatido, gritado, chorado e acreditado que o seu fim deveria ter chegado. Assim como nós pensa e age em situação semelhante. O poço para José foi o início de uma sucessão de períodos desafiadores e sombrios. Contudo, ele os enfrentou sem reclamação e sem murmuração. Em nenhum momento ele se abateu, pois sempre confiou em Deus. A confiança de José na palavra e em Elohim o fez prosseguir e ter triunfo sobre todas as adversidades.

 

Se estamos no fundo do poço o que nos resta é olhar para o alto e clamar pelo Autor da Vida. É trazer à memória tudo o que nos dá esperança e confiarmos na palavra do Senhor que deve estar escrita na tábua do nosso coração, pois crermos que Ele nunca se esquece de nós. O Salmo 40.2 nos garante que se depositarmos todas as nossas esperanças em El Shaday, Ele se inclina e nos ouve nos libertando de qualquer poço ou adversidade que possamos enfrentar.


Apesar de muitas vezes parecer que estamos sozinhos, Jesus não nos deixou órfãos. Ele nos enviou o Espírito Santo, que é o nosso Conselheiro, Ajudador e Consolador. Ele nos ensina, nos concede discernimento, nos ajuda a decidir e escolher. O que precisamos fazer é orar e confiar na certeza de que o Filho de Davi está trabalhando a nosso favor. A busca diária de Jeová-Jiré nos transforma e nos conduz a um novo nível de relacionamento com Adonai.

 

Portanto mesmo se estivermos no fundo do poço, olhemos para o alto e contemplemos o cuidado do Cordeiro de Deus conosco como nos afirma o Salmo 23, que possamos encontrar conforto na certeza de que nunca estamos sozinhos e que mesmo em um lugar escuro e sombrio Ele está conosco.

Comments


bottom of page