top of page

Orar no atacado ou no varejo?

Quando olhamos para a Bíblia, vemos Paulo dizendo para vivermos em contentamento, em espírito de oração e dando graças por tudo (Ts. 5.16-18). Somos também ensinados por Jesus a orar de maneira específica: pela santificação do nome de Deus, pela vinda do reino de Deus, pela vontade de Deus na Terra e no Céu, pelo nosso alimento, por perdão de nossos pecados, por livramento da tentação, por livramento de todo o mal e também somos ensinados por Jesus a pedir, buscar e bater. (Mt. 6.10-13; Mt. 7.7-8).


Orações genéricas e com palavras repetitivas são características de rezas (ladainhas), práticas estas da Igreja Católica com seus rosários, terços e outras liturgias feitas durante a missa. Os Católicos pensam que em suas vãs repetições e no muito falar, Deus responderá às suas orações (Mt. 6.7).

Ao olharmos para a Bíblia, vemos, por exemplo, orações específicas por livramento. Deus ensina: “em tudo” dar graças, ou seja, não deixar escapar nada, não só em agradecimentos às bênçãos recebidas, mas também dar graças e nos gloriar nas tribulações enfrentadas, pois as tribulações nos fazem obter maturidade espiritual (Rm 5.3-5). Portanto, temos que ser específicos quando oramos a Deus, não devendo orar no “atacado”.


Paulo diz para orarmos especificamente com perseverança e súplica, pelos santos. Ele também pediu oração por ele para que ao falar ele o fizesse com confiança, a fim de que sua pregação do evangelho fosse conhecida.

 

“Orando em todo o tempo com toda a oração e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos. E por mim; para que me seja dada, no abrir da minha boca, a palavra com confiança, para fazer notório o mistério do evangelho” (Ef. 6.18-19)

Orar “com toda a oração” significa fazer todo tipo de oração: Oração de Agradecimento, Oração de Adoração, Oração Intercessora, Oração Imprecatória (Deus pesando a mão sobre os inimigos de Davi e de Israel). Devemos também ser específicos naquilo que estamos agradecendo ou nos motivos de nossa adoração (nos atributos superlativos de Deus - amor, justiça, misericórdia, compaixão, obras de suas mãos, etc ...).


Vemos também na Bíblia que somos aludidos ao fato de que existem muitas outras modalidades de orações: oração privada, pública, deliberada, fechada, com pedidos às necessidades mais diversas (1 Jo. 1.9; Jo. 14.13-14, 16, 24; Tg. 5.13-16; ...).


Moisés pediu para que a presença de Deus fosse com o povo durante a peregrinação no deserto. Sara, Ana, Rebeca, Raquel entre outras oravam para que Deus lhes abençoassem com filho, pois eram estéreis. O livro de Salmos está repleto de orações de Davi por perdão de pecado, por cura, por livramento e por punição dos inimigos, oração de agradecimento, orações de adoração. Salomão pediu por sabedoria e por respostas de oração a favor de Israel ao consagrar o templo a Deus.

Se entendemos que a oração é a única maneira de conversarmos com Deus, não devemos, portanto, orar de maneira genérica e superficial. Ele não quer que “estejamos inquietos por coisa alguma”, mas que oremos especificamente a Ele sobre cada uma de nossas inquietações. Não que o Senhor não as conheça, mas Ele quer nos abençoar quando assim fazemos. Isso também serve para demonstrar a nossa fé e dependência nEle. Portanto, nada de orar no atacado, tem que ser no varejo!

“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”

(Filipenses 4.6-7)

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

*1 Peter Issar - Ministra aulas e faz seminários em Bibliologia; oferece curso de Apologética Cristã; curso de Autoconfrontação Bíblica da Biblical Counseling Foundation - BCF, EUA, onde recebeu treinamento. Atua no Brasil com o Ministério “O Amor Verdadeiro”, oferecendo conteúdos extraídos das pregações do Dr. Adrian Rogers, pastor americano mundialmente conhecido. Esse ministério oferece em formas de livretos, devocionais diários e livros em português conteúdos voltados a problemas relacionados à estresse, preocupação, medo, ansiedade, depressão, problemas de relacionamentos interpessoal, conjugal e entre pais e filhos, problemas de amargura, ira, inveja, cobiça, ganância e tantos outros males que nos afetam em nossos dias. Contato: O Amor Verdadeiro - e-mail: oamorv@gmail.com ou peterissa@hotmail.com

Tel.: +55 11 2263-0402.

 

*2 Ref. Bíblicas: “A Bíblia Sagrada” - Versão Almeida Corrigida, Fiel (ACF) - Sociedade Bíblica Trinitariana do Brasil (SBTB). Rua Júlio de Castilhos, 108 - Belenzinho - São Paulo, SP - 03059-001 - Tels: São Paulo: 11.2693-5663. Outros locais: 0800-12-4008 - www.biblias.com.br E-mail: sbtb@biblias.com.br

 

Comments


bottom of page