top of page

Aldeia Tarukusha

O trabalho do casal de missionários, Dionnathan e Emília Medeiros caminha bem para honra e glória do Senhor. Ele mesmo faz um breve relatos sobre o que está ocorrendo:


Família


“Um dos consultores da MNTB veio nos visitar no mês passado e fez a nossa avaliação em relação a língua e cultura. Graças a Deus, tanto eu quanto Emília continuamos avançando, inclusive, fui liberado para participar do Ensino Bíblico formal sob a supervisão de outros missionários mais experientes. É uma vitória, mas ainda não estou em um nível no qual sozinho posso preparar e aplicar estudos bíblicos, por isso, peço que orem para que cheguemos a tal ponto e, assim, sermos ferramentas na plantação de igrejas nesta região. Pretendemos ficar aqui até o mês de Setembro, mas, como já compartilhei, estamos em uma área isolada e temos dificuldades para adquirir alimentos e tratamento médico. Por isso, peço que orem para os nossos planos estejam debaixo da vontade do Senhor e, também, pelas nossas férias no final deste ano”.


Perigos de uma área isolada


“Desde que chegamos ao trabalho aqui em 2017, sempre enfrentamos problemas com insetos. Neste momento estamos com alguma alergia que têm literalmente tirado o nosso sono. Já usamos todo o tipo de pomada e artifícios que nos ensinaram, mas, os resultados são ínfimos. Pedimos que orem para que o Senhor nos ajude a suportar e que Ele não deixe isso tirar a nossa paz”.

“No primeiro mês após o nosso retorno à aldeia, uma indígena idosa ficou muito doente e foi levada pelos seus parentes para o Posto de Saúde e, depois para a casa do pajé e após ter sido “rezada” várias vezes veio a falecer. Havíamos tido uma reunião à noite e concordamos que pagaríamos um voo para retirada dela para um melhor tratamento na cidade, mas, infelizmente ela não resistiu, falecendo na mesma noite. Ficamos muito tristes, pois éramos próximos e ela havia me adotado como filho assim que chegamos na aldeia”.


Contatos: (97) 8416-0712.







Comments


bottom of page