top of page

Conferência da AMI foi avaliada pelos participantes e a data da próxima já está marcada

Tão logo terminou a Conferência da AMI - Associação Missionária Internacional, a Diretoria realizou uma pesquisa entre os participantes a fim de avaliar todos os aspectos do evento, como o conteúdo das manhãs e noites, a programação, as acomodações e alimentação, entre outras. Os gráficos no final da matéria darão uma visão panorâmica da pesquisa que foi respondida por 86 pessoas, quase metade dos participantes.


CONTEÚDO DOS EVENTO

De modo geral, muitos elogios ao conteúdo do evento, tanto nas manhãs quanto nos cultos da noites com as pregações do Pr. André Santana. Em relação às palestras, do Pr. Ademario Júnior sobre a gestão eclesiástica e da Dra. Eliana Palma sobre a LGPD, foram importantíssimos para a maioria e, segundo boa parte dos que opinaram, deveriam ser apresentados para pastores e líderes das igrejas regionalmente.


Sobre a oficina realizada na manhã do último dia abordando os projetos de fazedores de tendas e empresa missionária, também foram apontados como importantes, sendo necessário uma maior divulgação nas igrejas através de eventos e chamamentos regionais para as igrejas. São temas que podem ampliar sobremaneira o contingente de missionários.


PARTICIPAÇÃO DOS MISSIONÁRIOS

Em relação à participação dos missionários, várias sugestões foram feitas. Entre as principais, se destacaram estas: 1 - Um tempo separado para trocas de experiências entre as famílias dos missionários; 2 - Vídeos curtos em cada culto da noite apresentando coletivamente todos os projetos missionários da missão. 3 - Uma sugestão para facilitar a aproximação entre os pastores e os missionários, seria promover algumas dinâmicas para que aqueles que não se conhecem pudessem se aproximar.


CRÍTICAS E SUGESTÕES

Em relação às críticas e sugestões, cerca de 50% dos que responderam à pesquisa opinaram. Algumas críticas mais aguçadas foram em relação ao atendimento do hotel que deixou a desejar devido a certa desorganização interna e falta de cuidados com os quartos. Problemas com estacionamento que era muito longe, e falta de acessibilidade. Houve críticas sobre o fato de haver pessoal insuficiente para atender um evento dessa proporção. Alguns criticaram, também, o excesso de regras por parte da direção do hotel.


Entre algumas boas sugestões, que possivelmente poderão ser adotadas para a próxima conferência, será a de colocar uma "caixinha de perguntas" na entrada do auditório para serem selecionadas e respondidas durante o evento, pois poderia beneficiar de modo geral os participantes. Também algumas dinâmicas tipo “quebra-gelo” para promover integração e aproximação entre as pessoas.


Uma sugestão que já foi acatada pela direção da missão, está relacionada à formação de uma equipe organizadora maior para que cada área do evento tenha pessoas responsáveis, facilitando para todos. Em meio a isso, um das sugestões foi a organização de programações paralelas para as crianças durante os cultos e palestras.


Tivemos indicações para que o próximo evento seja em um hotel com melhores acomodações, ainda que mais caro, mas com parcelamentos com maior prazo para facilitar aos participantes. Já agendamos a próxima conferência da missão para o período de 30 de outubro a 02 de novembro de 2026.


Para terminar, citando uma frase de um dos participantes anônimos da pesquisa: “Contando as horas para reencontrar com todos novamente”.


































bottom of page