top of page

Introdução ao livro do profeta Sofonias

Sofonias é tataraneto do rei Ezequias, um dos mais famosos governadores de Judá. Ele tem sangue real nas veias, mas o mais importante, é que ele tem a mensagem de Deus em seus lábios. Sofonias pregou durante o reinado do piedoso rei Josias, um período de grande reavivamento religioso (2 Rs 22-23). Josias subiu ao trono com 8 anos de idade e aos 16 anos confiou a si mesmo ao Senhor. Com a idade de 20 anos começou uma grande reforma na terra, derrubando os ídolos e julgando os falsos sacerdotes e profetas. Começou, também, a reconstruir o Templo e guiou a nação numa grande celebração da Páscoa. Portanto, foi um tempo de consagração religiosa.


Sofonias foi um profeta de grande sensibilidade doutrinária. Ele foi além das aparências, pois ninguém ousaria dizer que o povo não estava em reforma religiosa, mas Sofonias sabia que o zelo religioso do povo não era sincero. As reformas eram superficiais. O povo derrubava os ídolos do lar, mas não os ídolos do coração. Os governadores e líderes da terra ainda eram desobedientes e falsos e a cidade de Jerusalém era a fonte de todo o tipo de perversidade na terra. Ainda hoje, muitos crentes faltos de discernimento pensam que cada “movimento religioso” é uma obra genuína do Senhor. Muitas vezes as reformas exteriores apenas preparam o caminho para o trabalho do Maligno.


Note que Jesus em Mt 12.43-45 permitiu aplicar este texto às reformas aparentes (“Assim também acontecerá à esta geração perversa”. Alguns pensam que Sofonias pregou antes da reforma e que, aliás, ele incentivou Josias às reformas. Jamais devemos negar o zelo sincero de Josias, porém, a reforma dele durou enquanto ele viveu, pois o povo caiu em pecado novamente, até por fim, ser levado ao cativeiro. Note 2 Rs 22-23, 2 Cr 34-35 e, principalmente, as palavras da profetiza Hulda a Josias em 2 Rs 22.15-20. Judá se tornou pior do que Israel, pois Israel não podia mostrar melhor ação, visto que nunca teve um rei, sequer, bom e temente a Deus. Judá, no entanto, cercada de testemunho só fingiu estar arrependida (Jr 3.6-11).


O livro do profeta Sofonias foi escrito poucos anos antes do anúncio da condenação de Judá, entre 640-609 a.C. O avivamento religioso de Josias foi em 621 a.C.


Sofonias, que significa “O Senhor esconde ou protege” é o autor do livro. Sofonias não só previu a queda de Jerusalém, como também o juízo dos gentios e a restauração de Israel no reino do Messias. Sofonias é o profeta que mais usa este termo, “O Dia do Senhor”, mostrando que o povo deve buscar o Senhor para estar protegido no dia do Senhor (2.3).


Julgamento contra as nações estrangeiras


Nação julgadaReferênciaFilístia2.4-7Moabe e Amom2.8-11Egito2.12Assíria2.13-15


Esboço simples


1 – Deus julgará Judá (1) 2 – Deus julgará as nações (2) 3 – Deus restaurará o Seu povo (3)


É um pequeno livro, mas poderoso demais para não ser lido. Na leitura desse livro, o irmão vai desfrutar de ensinos bem sensíveis ao povo de Deus e aos incrédulos. Deus poderá ser compreendido melhor em sua justiça e o zelo em buscar os perdidos pode aumentar. Espero que você aproveite essas lições e outras que o Espírito, certamente, dará a você. Boa leitura. Deus o abençoe.


Pércio Coutinho Pereira.


Professor do Instituto Bíblico Peniel em Jacutinga – MG


Pastor da Igreja Batista Bíblica em Jacutinga – MG


Pessoal: perciocoutinho@gmail.com e WhatsApp (35) 99210 9841








bottom of page