top of page

Jubileu de Prata e uma bela história de sucessão pastoral

Em meio a muita alegria, comunhão e gratidão ao Senhor, a Igreja Batista Adonai celebrou o seu Jubileu de Prata. Organizada em 21 de novembro de 1998, a celebração do Jubileu aconteceu neste ano de 2023 em uma conferência realizada nos dias 25 e 26 de novembro. O tema abordado foi “A igreja que faz discípulos” e o pregador foi o Pr. Fernando Ferreira de Sousa, da Igreja Batista de Cachoeirinha, em Manaus AM. O tema da celebração foi de fundamental importância, porque a Igreja Batista Adonai realmente tem um histórico que vale registro na questão do fazer discípulo resultando, concretamente, na sucessão pastoral.


O preletor da conferência, Pr. Fernando F. de Sousa, foi quem organizou a igreja e batizou, discipulou, celebrou o casamento, participou do seu preparo acadêmico e do concílio de ordenação pastoral, daquele que, atualmente, é o pastor da mesma, Fernando Limoli. A celebração contou, também, com a presença do fundador do trabalho, Pr. Marcos Dezasso que coordenou a ordenação do Pr. Fernando F. Sousa no início desta história.

 

Para a realização da conferência, a igreja contou com uma equipe de homens (servos) que, por dois anos, desde 2021, vestiram a camisa, e trabalharam muito, segundo informações dadas pelo Pr. Limoli. Os diáconos, Joílson, Claudemir e Josiel, juntamente com todos os demais da foto que servem nas diversas áreas de liderança e administração da igreja. Todos os preparativos e a programação, inclusive a adequação do auditório no piso superior, que agora acolhe 200 pessoas ficaram nas suas mãos.



 

IGREJAS GERAM IGREJAS.

A Igreja Batista Adonai, em Osasco SP, foi gerada pela Igreja Batista Regular em Jardim Oriental, também de Osasco, à época liderada pelo Pr. Marcos Dezasso. Tudo começou em 1984 quando a Igreja Batista Regular em Jardim Oriental convidou, entre outras, as irmãs Maria do Carmo, Regina Reis e Ivone Dezasso para fazer o curso na APEC (Aliança Pró Evangelização de Crianças). Ao final desse curso foi exigido das alunas que se fizesse uma “Classe de Cinco Dias” e a casa escolhida foi a da irmã Mara no bairro Jardim Conceição. Junto com as irmãs já citadas houve a colaboração do irmão Raimundo Nonato. O intuito do programa era evangelizar crianças naquela região.


O número de crianças foi aumentando gradativamente e no último sábado da classe de cinco dias, o final do programa, estava marcado para ser a despedida para aquelas crianças. Porém era notável no rosto de cada uma delas a tristeza e o descontentamento. Por causa disto foi resolvido, pela liderança, a continuação das atividades. O trabalho continuou e a quantidade de crianças não parava de crescer. O espaço se tornava cada vez menor e o interesse das crianças crescia cada vez mais. Era difícil cuidar de tantas crianças.

 

Assim, em meio à dificuldade, o Pastor Marcos Dezasso convidou o casal Dermeval e Regina de Paula para auxiliar neste ministério. A Escola Bíblica passou a ser realizada aos domingos e era notável a mudança na vida daquelas crianças, tanto que alguns pais faziam questão de assistir as aulas e acompanhar tudo o que seus filhos estavam aprendendo.

 

Numa comemoração do “Dia das Mães”, as famílias das crianças foram convidadas e os pais puderam perceber a importância do trabalho que estava sendo feito na vida de seus filhos. Logo, muitos visitantes adultos chegavam para participar e assim começou também a ser realizado cultos nos lares. A frequência foi crescendo e ficando cada vez mais difícil realizar os cultos na casa dos irmãos Eneas e Mara do Carmo. Por esse motivo, o Pastor Marcos, em 1985, solicitou junto à Prefeitura de Osasco, a permissão para usar um espaço na creche do bairro. Pela vontade de Deus a permissão foi concedida e a congregação passou a realizar os cultos na creche onde ficou por volta de um ano e oito meses.

 

Enquanto isso, a Igreja em Jardim Oriental, que estava responsável por esse trabalho, decidiu comprar um terreno para a construção de um templo. Em pouco tempo o terreno foi comprado à Rua Paulista, n.º 756 e, após a elaboração do projeto, deu-se início à construção. Em 1990 ficou pronto o salão onde passou a ser realizados os cultos.

 

Em 1991, o casal Eneas e Mara do Carmo deixaram a direção da congregação que passou a ser liderada por diáconos da Igreja de Jardim Oriental. Meses depois, outro casal, Rui e Pâmela assumiram o trabalho por mais ou menos um ano. E logo após o irmão Arnon, enviado pela Igreja em Jardim Oriental, ficou na direção da congregação.

 

Em 1992, a Igreja em Jardim Oriental enviou para a congregação o irmão Altair Porcino dos Santos que era seminarista. Naquele período o trabalho teve um crescimento considerável, até que, em 1993 o irmão Altair deixou a congregação para assumir um outro ministério em Minas Gerais.

 

Em 1994 a congregação teve seu primeiro pastor, Antônio Severino de Barros que assumiu o pastorado no mês de fevereiro de 1994 e permanecendo até dezembro de 1996.Sem pastor a liderança ficou a cargo de uma equipe de membros da própria congregação, sendo auxiliados pela Igreja em Jardim Oriental. O irmão Arnon, diácono, novamente esteve responsável pela congregação por alguns meses, enquanto a igreja mãe estava consultando alguns nomes para assumir a liderança do trabalho.

 

Após a avaliação de alguns candidatos, foi escolhido o irmão Fernando Ferreira de Sousa, na época seminarista e membro da Igreja Batista Regular em Jardim São Jorge. O irmão Fernando aceitou o convite da Igreja e assumiu este ministério no dia 10 de janeiro de 1998. No dia 21 de novembro daquele mesmo ano a congregação se organizou juridicamente e, no dia 14 de agosto de 1999 realizou o culto de organização e emancipação eclesiástica. A Igreja Batista Adonai agora tinha sua autonomia.

 

BREVE BIOGRAFIA DO PR. FERNANDO SOUSA


Convertido aos 14 anos de idade, em 1990, através do ministério da IBR Jardim S. Jorge, em São Paulo SP, liderada à época pelo Pr. José Rodrigues de Oliveira, que atualmente é pastor da IBR do Bom Retiro, em São Paulo SP, o Pr. Fernando Ferreira de Sousa foi batizado no dia sete de setembro de 1992 nas dependências do Acampamento Maranata em São José dos Campos SP, pelo Pr. Joaquim Antonio de Oliveira, que também era pastor da IBR em Jardim São Jorge.

 

Começou seus estudos teológicos em 1994, matriculando-se no SEBARSP (Hoje LOGOS). No dia primeiro de fevereiro de 1997, casou-se com a jovem Miriam e, logo em seguida, foi convidado para liderar a então Congregação Batista Adonai, assumindo-a no dia dez de janeiro de 1998. Em novembro de 1998, no dia 21, cursando o último ano do seminário, sob a direção da I.B.R Jardim Oriental, aconteceu a emancipação da Igreja Batista Adonai sendo que no dia 14 de agosto de 1999 foi realizado o culto de organização jurídica eclesiástica.

 

Ainda em 1999, no dia 31 de julho, Fernando Ferreira Sousa foi aprovado pelo Concílio de pastores sob a coordenação do Pr. Marcos Dezasso, e com a pregação dos pastores Pedro Evaristo e Geber Coelho, procedeu-se a sua ordenação ao ministério pastoral. Pr. Fernando permaneceu na liderança pastoral da igreja Batista Adonai por 17 anos, até janeiro de 2017.

 

Do casamento de Fernando e Miriam nasceram dois filhos, Fernanda, que já está casada com Marcelo desde março de 2023 e Davi, que está noivo de Anne, com planos para se casar em 2024. Sua noiva Anne é filha do casal de missionários da MNTB Pr. Sérgio Botilero e Simone. Atualmente Pr. Fernando está na liderança pastoral da Igreja Batista de Cachoeirinha, em Manaus AM.

 

TRANSIÇÃO PASTORAL


Ao sair a IBA, em janeiro de 2017, Pr. Fernando Sousa deixou-a com dois homens preparados para o pastorado: Tiago Henrique, que foi seu aluno no Seminário da Missão Coreana em Vargem Grande Paulista SP, estagiou em Adonai e foi ordenado pela Igreja Batista Moriah em Arapongas PR, aonde passou cinco anos no trabalho missionário, enviado através da AMI - Associação Missionária Internacional. Em 2017, foi convidado para ser o sucessor do Pr. Fernando Sousa na Igreja Batista Adonai, tendo como auxiliar, Pr. Fernando Limoli que também já havia sido ordenado ao pastorado pela igreja em 2016. Em 2021, Pr. Tiago deixou o pastorado, indo para outro ministério e, em seu lugar, assumiu Pr. Fernando Limoli. Na foto, os três pastores: Fernando Sousa, Tiago Henrique e Fernando Limoli.

 

HISTÓRICO DE FERNANDO LIMOLI

Converteu-se a Cristo no dia 28 de junho de1998, aos 17 anos de idade através de uma mensagem do Pr. Fernando Sousa na Igreja Batista Adonai. No dia seguinte teve início seu discipulado e em 14 de novembro de 1998 foi batizado. Como jovem convertido queria levar todos para a Igreja e pregava o evangelho em todo o lugar que ia.


No ano 2000 foi encorajado pelo pastor Fernando Sousa para ir para o Seminário Batista Regular de SP para estudar no curso SETA, aos sábados e no ano seguinte foi convidado para trabalhar no seminário, como auxiliar de serviços gerais, continuando seus estudos. Foi crescendo no seminário, sempre mentoreado pelo pastor Fernando Sousa. Suas responsabilidades foram aumentando e acabou assumindo outras funções no seminário.

 

No ano de 2005 casou-se com a jovem Márcia, que também trabalhava no seminário e, como ele, era discipulada pelo Pr. Fernando Sousa. Ele e Márcia serviram no seminário por 19 anos, de 2000 a 2019, sempre na membresia da Igreja Batista Adonai. Pr. Fernando Limoli teve todo seu preparo acompanhado de perto pelo Pr. Fernando Sousa, desde a conversão, até a ordenação pastoral. Fernando e Márcia e tem um filho, Caio, de 15 anos.

 

 

 

bottom of page