top of page

Um escolhido não tem escolha?

Você provavelmente já ouviu falar e também já se fez esta pergunta em nosso título. Na verdade a escolha do Deus Vivo é evidenciada em Jeremias 1.5: “Antes que eu te formasse no ventre te conheci, e antes que saísses da madre, te santifiquei, e às nações te dei por profeta.” A decisão divina antecede nossa própria existência, estabelecendo um propósito eterno pela sua presciência.

 

Mas quem nunca pensou em desistir? Deixar tudo pra lá, principalmente quando as portas se fecham. Afinal somos seres humanos. Mas é aí que lembramos que somos escolhidos, e que fazemos parte de um propósito divino. Os momentos de desafios servem ao propósito de Deus para te mudar de fase, tirar você da zona de conforto e então te fazer crescer como ser humano e no propósito divino para sua vida.

 

Devemos estar abertos ao novo sem deixar nossos princípios e valores. Você já tomou conhecimento daquela afirmação de que você é “a média das cinco pessoas com quem mais convive?” Pense nas cinco pessoas com as quais você mais convive. Dê uma nota para cada uma, de zero a dez. Some as cinco notas e dívida por cinco. O resultado é a sua nota. Se a nota está muito baixa mude seu ambiente, troque de mesa.

 

Então o que você está plantando hoje para ter resultados diferentes nos próximos anos? Quem planta todos os anos a mesma coisa, sempre vai colher a mesma coisa. Se todos os anos você plantar melancia, não espere colher laranja no próximo ano. Agora traga para o mundo espiritual, você está plantando o que?

 

Mude de estratégia se for o caso. A inteligência emocional também é uma chave muito importante que você não pode esquecer. Por diversas vezes nas escrituras sagradas encontramos a expressão “Não temas!”. Se as escrituras dizem isso, porque vamos temer? Tudo que o Deus todo poderoso promete ele cumpre em nossas vidas.

 

Diante das dificuldades, a Palavra de Deus oferece consolo. Isaías 41.10 assegura: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra da minha justiça”. O servo escolhido pode confiar na fidelidade do Senhor.

 

Para melhor sintonizar, vejamos o significado de igreja. No grego, a palavra frequentemente traduzida como “igreja” no contexto do Novo Testamento é “ἐκκλησία” (ekklēsía). Essa palavra é composta por “ek”, que significa “fora”, e “kaleo”, que significa “chamar”. Portanto, “ekklēsía” pode ser entendido como “chamados para fora”. Então, como igreja, em qualquer lugar que estejamos, somos os “chamados para fora”, somos igreja o tempo todo, dentro e fora dos locais de culto.

 

Esse é um grande desafio para nossa geração. Você acha que um escolhido tem escolha? Que essa indagação ecoe como um lembrete de que, no chamado de Deus encontramos propósito e plenitude. Animemo-nos uns aos outros, renovando a confiança no Senhor e no ministério que ele nos confiou, pois é na escolha divina que descobrimos a verdadeira liberdade e alegria que se sobrepõe às circunstâncias.

_____________________________________

Maisa Andreia Paulino

Teologia pelo Instituto Batista Ebenézer (1994).

Técnica em Contabilidade (1997).

Bel. em Direito (2003)


 

 

 

Comments


bottom of page